O termo “Janelas de oportunidades” é muito usado no mundo do futebol como uma chance de os jogadores mudarem de time entre as temporadas. Todos nós temos nossas janelas de oportunidades.

Há aqueles que cultivam suas crenças e fé sobre uma vida após a morte, sendo acolhidos pelo Criador, vivenciando, em outra esfera, essas janelas. Outros, por medo de crescer, pela falta de ousadia, acham que as coisas caem do céu e seriam estas as tais janelas de oportunidades. Usam do pensamento mágico, de uma autossabotagem inconsciente, para não se desenvolver. Diante das dificuldades de crescimento pessoal ou profissional, por não terem consciência de sua baixa autoestima, culpam outras pessoas pelos seus fracassos, insucessos, impotências e inseguranças.  Não se dão conta de que as janelas, aparentemente abertas a todos, foram construídas ao longo das histórias de cada um.

Vivemos em um mundo de incertezas e imprevisibilidades, porém, a maioria das pessoas imagina existir um momento certo para que tudo aconteça, como se os meios para isso existissem fora delas.

Não se dão conta de que a oportunidade é construída pelo equilíbrio e coerência entre o mundo interno, ou seja, o grau de amadurecimento emocional, e o mundo externo (razão). A forma como os dois universos interagem pode ou não gerar uma parceria para o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais.

Quantas pessoas mudam suas vidas, saindo dos grandes centros urbanos, para morar em cidades menores e conquistar mais qualidade de vida junto aos amigos ou familiares? Outros passam a trabalhar no sistema home office, em busca de uma vida mais saudável, saindo do estresse dos congestionamentos de trânsito, da poluição e violência dos grandes centros. Muitas pessoas que fazem essas opções passaram por problemas de saúde e querem refazer a vida, criando novas janelas de oportunidades.

Na segunda parte deste artigo, confira quais são os cofatores que ajudam a enxergar e aproveitar as oportunidades que aparecem em nossas vidas para que possamos construir um cotidiano saudável, equilibrado e mais feliz. Não perca!

Um abraço a todos
Sebastião Souza

Janelas de oportunidades são construídas, não abertas – parte 1